Seres Terrestres

Seres terrestres são todas as coisas vivas criadas por Deus. Deus: aquele Ser que tem vários nomes,eu o chamo de Deus obviamente cada um tem um nome para ele ...Mas aqui não falarei de todos os seres e sim de alguns como:Seres humanos (às vezes não muito humanos ) Colocarei algumas poesias,reflexões... falarei de coisas do dia de hoje de ontem e de amanhã.Falarei para mim mesma e falarei para todos que quiserem ler...

Sunday, February 05, 2006

Da Janela

Acordou cedo,sete da manhã.Como de costume resolveu dar uma olhada na rua, puxou a cortina...Tudo quieto... Subindo com o olhar viu a janela do apartamento defronte com os vidros fechados... Mas viu através movimentos... Como se duas pessoas estivessem brigando. Foi no closet,abriu a gaveta e tirou os binóculos. Então enxergou bem nítidamente... O homem batendo na mulher. Batia no rosto, jogava ela para um lado e outro... Tanto que a mulher desaparecia da visão dela... E quando aparecia...Socos! Ficou indignada --- Já tinha visto outras vezes, mas eram apenas alguns puxões e depois ele parava!
Mas hoje sentiu que estava diferente... A mulher estava sangrando e o homem batendo.Com um impulso procurou o número do telefone na gaveta... Fazia tempo, desde que viu a primeira vez isso acontecer, que ela anotou o apartamento deles. Ficava no segundo andar de frente...Foi fácil achar.Tinha feito isso porque não suportava brigas, principalmente com desvantagens, nesse caso para a mulher. O homem era alto, e forte, enquanto ela, era bem pequena de estatura...E... sempre ele que batia... E ela que sempre apanhava. Ante de fazer o que pretendia resolveu olhar mais uma vez com os binóculos, a briga poderia ter acabado... Mas não... Achou que a hora era essa. Pegou o telefone sem fio e ligou ---- Chamou umas cinco vezes, atrás da cortina ela continuava olhando...O homem parou... Largou a mulher, interrompeu a ação... O homem gesticulava furioso --- A mulher saiu da visão... Ele atendeu telefone --- Ela nada falou --- Ficou muda, mas pensando tudo o que gostaria de dizer para ele, o que não era pouco...
Ele...alô! Ela nada...Desligou depois de escutar vários alôs...
---- Notou que os horários em que ele batia nela era sempre pela manhã ou à noite --- A tarde ela nunca tinha visto,era o horário em que ele estava a trabalhar.
Depois que ela ligou, pensou --- E se o homem tivesse uma bina! Iria ligar de volta! Mas ela estava pagando para ver...
Se ele retornasse a ligação ela reconheceria a voz, pois ela tinha ficado atrás dele no super mrcado do bairro e escutou bem o tom da voz dele...Olhou também as mãos dele... Mãos com ossos salientes... Mãos grandes...
Ficou pensando ---- Qua mulher dele saberia quanto a mão pesava...
Mas nada aconteceu... Ele não ligou... Se ele tinha bina ....Tinha também a consciência pesada... e depois se ele ligasse --- O que ele faria? Tenho o seu número aqui na minha bina! Foi voce que ligou? Simplesmente ela não responderia ...nada! Ele que se tocasse --- Era o que ela queria mesmo!
Passou a observar o vizinho... Três dias depois novamente, desta vez não foi ela quem viu, foi o pintor que estava a pintar a parede no quarto da frente --- Viu o pintor falar sozinho -- Foi ver o que era...
O pintor falou --- O seu vizinho está batendo na mulher... Joga a mulher pra cá e pra lá... Joga ela no chão! Levanta ela e bate na cara... Depois dizem que os pobres e que fazem "barraco"...
Ela saiu dali, pegou o telefone longe do pintor e ligou... Esperou atenderem ---
Alô,alô disse o homem esbaforido --- Ela nada falou --- Ficou muda, esperando que ele entendesse a mensagem... Antes que ele dissesse algo que ela não estava a fim de ouvir... Desligou --- Perguntou para o pintor... Ele parou de bater nela?
Acho que sim... Falou ele,não vi mais nada....
E assim ela foi fazendo... Ele batendo na mulher...Ela ligando
Foi num dia em que ele estava batendo muito na mulher, que ela não aguentou mais... E ligou para ele com a janela escancarada, olhando diretamente para a janela dele...Com o fone na mão...E... ele viu... Viu, e abriu a janela dele também...E colocando o dedo em riste foi falando algo em direção a ela... mas ela não entendia...E ele tentando aproximar-se mais para ela escutar os desaforos... Caiu da janela --- Ficou caído, ali desmaido --- Ela fechou as cortinas e ficou olhando...
Vieram algumas pessoas... Chamaram a ambulância... A mulher desceu com óculos escuros, foi junto na ambulãncia.
Ele voltou depois de meses. Voltou numa cadeira de rodas... Estava paralítico do pescoço para baixo --- Colocavam ele defronte a janela para pegar sol...Ficava ali horas parado... Só os olhos estavam vivos...
Um dia ela viu... A mulher bater nele,vários tapas na cara... E viu também...Depois ele olhando para a janela dela...
E entendeu! Pegou o telefone e ligou para o apartamento dele ---- A mulher atendeu ---- Ela nada falou...
Ficou a escutar a voz da mulher a dizer --- Alô,alô... E com o telefone na mão escancarou a janela...

|

Links to this post:

Create a Link

<< Home